quinta-feira, 9 de julho de 2009

Capitulo 13 - Equilíbrio

Caro visitante devo informar que o livro oficial do Sol da Meia Noite não esta completo, mas encontrei na Net o resto do livro escrito por uma fã inglesa.

E eu quando terminei de ler o livro, os 12 capítulos, não consegui esperar mais e procurei por algum que estivesse terminado. (Nem que fosse por uma fã).

No site http://www.fanfiction.net/s/4595300/1/Midnight_Sun_Fiction_From_where_SMeyer_left_off podem encontrar a obra na língua original.

Apartir desse site é que traduzi para português e peço imensas desculpas se a tradução não estiver perfeita.
Qualquer erro que notem ou qualquer pergunta que queiram fazer, estão a vontade para deixar um comentário que eu estou disponível para os ler =)


Continuação Do Midnight Sun – Sol da Meia-Noite

Capitulo 13 -> Equilíbrio


Como eu baixo a velocidade no caminho sinuoso eu sabia o que se estabelece à minha frente. A minha casa. Assim como a floresta mais fina eu sabia que tinha de enfrentar. A minha família. Eu tenho a certeza que Rosalie tinha informado o resto deles na sua própria historia com palavras coloridas, das minhas recentes revelações sobre a rapariga humana. A rapariga humana que ela poderá não vir a ser. A rapariga humana que tem sido materializada para fora do meu próprio inferno pessoal. A rapariga humana que é a minha punição por ser um monstro. A rapariga humana que é inconfundível pelo seu perfume que ainda hesita comigo. A rapariga humana ... Bella, quem na verdade aceitou o demónio junto dela durante o dia inteiro. Bella quem tocou e não se arrependeu das minhas mãos geladas. Bella ...

Assim que estacionei na garagem eu olhei de relance para o carro vermelho ao pé de mim. Qualquer felicidade deste dia tinha desaparecido. Eu tinha-a deixado a porta de Bella conforme conduzi para longe apenas por um tempo. Na esperança dela ficar segura e dar-me as boas-vindas do modo que ela deu-me hoje.

NÃO! Eu rosnei para mim. Não. Eu espero que ela não me dê as boas-vindas em sua casa. Para a seu próprio bem. Ela merece melhor.

Eu tranquei o carro e somente pensei que todos, excepto Alice, estavam a minha espera. Seus pensamentos alcançaram-me antes de eu chegar a porta. O mais alto foi a sequencia de blasfémias vindas da Rosalie. Seguido do riso tranquilo de Jasper. O meu pai tinha um confuso sentido de alivio nos olhos mas os seus pensamentos revelavam preocupação.

Eu reflecti pensamentos deles. Sobre a minha sanidade mental. Talvez o Emmett esteja certo. Eu penso que talvez estou a perde-la.

Esme parecia que tinha lágrimas de alegria, se ela pudesse tê-las. Os pensamentos dela soavam como um sussurro de uma canção. Uma dança de felicidade e as únicas palaras que consegui captar foram: "Ela é especial, filho".

"Oh bolas, vulgar" Emmett aumentou repentinamente o pensamento, para a próxima televisão antes silibando silenciosamente;
- Tu é que começas-te com isto, por isso lidas agora tu com a Rose.

- Precisas de falar, Edward?; Carlishe perguntou-me num tom que normalmente é usado em pessoas que perderem recentemente a cabeça. Fintei-o inexpressivamente, ignorando o olhar penetrante de Rosalie, a tentar que eu me concentrasse na sua mente. Os mesmos que ele teve na noite, eu o tirei de volta a Port Angeles para lhe mostrar aqueles ... Eu sentia a raiva infiltrar-se dentro de mim ... Aquelas bestas. A minha fúria percorria os meus braços ate ás minhas mãos. Apertei firmemente os punhos, para a impedir de ir mais além. Causando mais algum dano. Apenas justificando o facto que eu não era suficientemente bom para ela.

Tentei ver através da neblina e escutar novamente os pensamentos de Carlishe.

"Edward, ela é especial. Esme também pensa assim. Olha o efeito que ela tem sobre ti", Eu desapertei ligeiramente os punhos. "A mudança que nós todos vemos em ti é absoluta como do dia para a noite. Virar as costas ao que esta a acontecer, agora, só impediria tudo o que és e tudo o que tens trabalhado, filho". Inesperadamente perdi a concentração pelos seus pensamentos e fui embater na mente de Rose. A minha fúria tinha diminuído, ainda que não completamente e ela só fez com que a fúria voltasse em força dentro de mim. Eu rosnei-lhe para as palavras não ditas e o seu sorriso presunçoso e disse-me que era esta a reacção que ela queria provocar em mim, pelos seus doentios pensamentos.
Pensamentos de levar uma vida pura, inocente da rapariga que é apenas perigosa para ela própria.

- Tão típico Rose. Tu deves ...

As minhas palavras ficaram frustradas enquanto eu caia de joelhos e gritava.

- Não! Não. Não, Bella, Não!

O sangue embebeu a sua roupa, enquanto ela permanecia quieta, agora num corpo frio inanimado. Continuando branco. Eu não conseguia parar de olhar. Tapei os olhos com as minhas mãos mas aquela visão ainda estava atormentava e eu soltei mais um grito de agonia da minha boca. A dor era insuportável. Como se o meu coração estivesse a tentar rasgar o meu peito. Como se ele ganhasse vida e começasse a bater apenas só para o sentir desfazer-se dentro de mim. O sofrimento era quase demasiado ... Mais um grito largado da minha boca assim que vi ela ao meu lado. Mãos e lábios ensanguentados. Um sorriso na face do meu mostro.

- Para com isso, Rose; eu ouvi a Alice dizer num tom final.
- Patético; Rosalie respondeu e visões cessaram, ouvi as pegadas dela à medida que saia pela porta. Levantei-me num movimento rápido, flexível e antes de poder segui-la eu senti a mão pesada de Emmett no meu ombro.

- Acalma-te, puto; a voz dele soou baixa e determina. - Eu vou falar com ela.
- Eu não ia falar com ela; sussurrei-lhe.

Alice agora estava ao lado do Emmett e ela lançou-lhe um olhar indiferente. Escarneci para ela mas Emmett já seguia as pegadas de Rosalie, para lá da porta sem me dar uma resposta. Alice virou lentamente o olhar para mim.
- Eu não preciso de adivinhar no que ela estava a pensar; ela sussurrou-me - Mas Edward se tu poderias ...

- Agora não, Alice; eu desprezei-a brutalmente ainda tentava controlar a minha raiva. Voltei o meu calcanhar e lancei-me em direcção às escadas, dei a Carlisle e Esme, um pequeno olhar despedaçado. Dentro de um secundo, eu já estava dentro do meu quarto, ouvir a porta a fechar atrás de mim assim que me dirigi para enorme janela. Eu tentei bloquear todos os pensamentos mas em vez disso eu fui saudado por um intruso desconhecido.
Quase provei o seu sangue, ela enviou o carmim que flui dentro dela, o bruto sussurro vindo de dentro. Neste momento, a minha garganta estava em chamas, eu fechei os olhos, imaginando, agradecer ao veneno que começava a preencher a minha boca.

Eu abri de novo os olhos e apercebi-me que no meu bolso estava a tampa da garrafa conforme eu lhe toquei, eu senti o fogo ir e vir, onde ela tinha tocado na minha mão. Um fogo que eu posso suportar. O calor continua inalterado.

Sem um pensamento de segundos, fui ligar o meu sistema de música, na esperança de drenar os pensamentos sangrentos completamente. Enquanto a musica encheu o quarto eu comecei a cantarolar fora da sintonia. Não, não é fora da sintonia ... A sossegada canção de embalar da linda rapariga a dormir , inundou a minha cabeça com musica.

Não muito longe de a ver novamente. Naturalmente ela não podia saber disto. Eu conseguia imaginar dela se ela descobrisse que eu ando a vê-la a dormir. Ela provavelmente sairia correndo e deixava Forks para sempre. Uma parte de mim esperava isso. Para o seu próprio bem. Apenas para o seu próprio bem.

Houve uma leve batida na porta e antes que eu pudesse dizer-lhe para ir embora Alice entrou. Voltei-me para olhar ela, deslizando a pequena tampa de volta ao bolso.

- Vais vê-la hoje à noite, não vais?; ela disse sombriamente.

Suspirei - O que é que queres, Alice?

Ela sorriu para a minha tentativa fracassada de a afastar.
- Bem ... ; ela começou a andar na minha direcção.

- Eu penso que é bastante injusto que tu continues a guardar a minha futura melhor amiga só para ti; ela lamentou-se.

Eu revirei os olhos e voltei-me para olhar o lado de fora da janela.
- O teu futuro é cada vez mais sólido, Edward; fez uma pausa e continuou - Cada vez que eu tenho uma visão da Bella Swan ser magoada, aquela imagem enublada é rapidamente substituída por uma mais sólida de ela com ... contigo. Sempre contigo.

"Claro, ela estaria comigo. Eu sou o seu protector. Por agora. Por enquanto é justificável", assim eu pensava.

Ou até ela corra de mim, a gritar vai ela, eu pensei menos confiante.

- Alice, o que é que queres?; repeti-lhe a questão, por falta de novas palavras.
- Por agora, nada; ela começou em um tom brincalhão - Eu consigo ver que ainda não estas pronto para isso, ainda; depois a voz dela tornou-se seria - Mas, quanto mais tentas e corres dela, pior consegues. Por isso porque não paras, Edward. Para e aceita ...

- ... Que eu possa matá-la um dia; acabei a frase dela.

- Não!; ela disse num tom mais alto e sarcástico modo.

Eu vi os olhos dela estreitos no reflexo da janela e deixei descair a minha cabeça. Ela estava ao pé de mim, agora.

- Tu não vais faze-lo. E tu sabes-o. Tu já o terias feito se fosse esse o caso, Edward. E eu ia dizer, de modo que tu precisas de aceita-la como parte da tua vida agora.

Eu não tinha palavras para lhe responder.

- E minha; ela acrescentou calmamente.

- Tenho de ir; disse-lhe apressadamente. Eu nem ia esperar pela resposta dela, corri para fora de casa. Atravessava a floresta o mais rápido que podia. Estava a meio do caminho da casa dela quando eu percebi toda a ironia. Eu deveria estar a fugir da Bella Swan. Não a ir na direcção dela. Correndo para bem longe dela. Deixa-la viver a vida que ela valia. Não alterando o seu destino. É como se eu não tivesse controlo de mim. Certo e errado. É tudo caótico. Completamente complicado um com o outro. Apenas como Bella e eu. Dois opostos que estavam juntos. Ela estava certa, bela e pura. Eu estava errado, monstruoso e viciado.

Eu parei os meus pensamentos em frente da casa dela. A minha mente dizia ao meu corpo que cada passo que dava, estava errado, que eu deveria voltar a trás. Mas aquela voz chamava-me para mais perto, tenho de ir ao quarto dela. Calmamente deslizei pela janela e ela, como se soubesse, deu-me uma saudação de chamar levemente o meu nome. Toda a minha felicidade estava de volta. Ela comprou-a dentro dela. Estava presente aqui no quarto dela.

Eu fiquei quieto enquanto esperava por ela dizer o meu nome, vezes e vezes sem conta. Sentia-me como se estivesse em casa.

Isto é errado. Mal. Rosnei.

Eu esperei outro momento antes de a ouvir respirar. Agora relaxado, eu estav em conflito entre ir em direcção dela ou ir para o meu lugar habitual, na cadeira de baloiço.

Não cometerei mais erros, lembrei-me.

A cadeira de baloiço ganhou o conflito. Conforme me sentei, senti o seu perfume em meu redor. Invasão de novo no meu corpo. Mas o odor foi ficando mais fácil, até o mostro já estava tranquilo. Eu queria ir ao pé dela e acariciar-lhe a bochecha. Apenas para sentir o macio da pele quente pela última vez.

E logo novamente pela última vez. E novamente ... Eu senti-me fraco e ganancioso quando cheguei perto dela. Eu só queria mais e eu sabia que não podia ... Não podia controlar-me.

Antes que eu pudesse, eu caminhava para a cama, lentamente e estava no ponto de alcance para acariciar a face dela, quando ela se agitou de novo. Desta vez muito mais do que o habitual.

Ela está acorda!

Lancei-me para o chão e permaneci quieto.

Oh não! Eu acordei-a? Não apenas interferia na vida diária com agora interrompia o sono dela. Sim, eu fui ganancioso.

Estás feliz agora? Pensei para mim furiosamente.

Bella sentou-se em cima da cama e esfregou os olhos. Eu tentei deslizar para debaixo da cama, discretamente, no caso de ela sair. Naquele precioso momento lembrei-me do que a Rosalie tinha dito "Patético".

Isto realmente era patético. Eu nem devia estar aqui.

Eu ouvi-a desistir, caiu de novo na cama e eu muito rapidamente e silenciosamente fui até à sombra mais próxima ao canto do quarto. Eu devia ter ido embora pela janela. Mas por alguma razão lógica eu queria ficar. Bella poderia acordar e ver-me aqui e eu nem estava pensando em deixa-la tão cedo.

Abalei a minha cabeça. Eu pensei que ela precisava de ser internada?

Ela agitou-se novamente em volta da cama. Ela realmente não estava nada pacifica esta noite. Eu queria tanto ficar junto dela. Abraça-la. Tranquilizar qualquer agitação que não a permitia dormir. Mas eu provavelmente só faria pior. Transformar seus sonhos em mim, para pesadelos.

Conforme deve ser. Um monstro como eu não tem lugar em sonhos de criação de um anjo. Eu tinha de deixar o quarto dela, neste preciso momento. Visionei a janela.

- Edward?; ela disse num tom interrogativo. Eu congelei. Será que ela realmente viu-me? Eu sou assim tão descuidado? Ela sussurrou de novo o meu nome e lançou o braço por cima do cobertor e rodeou-se dele com um pequeno sorriso na cara.

Eu estava desfeito.

Dorme minha querida Bella. Dormir. Eu pensei. E deixei as minha costas deslizarem de novo para o lugar em que estava e fiz planos de a ver dormir até o sol me perturbasse.

58 comentários:

escritorasteens disse...

Oie!
Nossa que legal!
Bem diz o ditado que quem procura acha ;)
vou dar uma lida sim..vlw pela dica
bjks
Nath Souza

Anónimo disse...

Só vai ser publicado este capítulo??

Alexandra Santos disse...

Não, no saite esta até ao 17..

Só que eu tenho de traduzir para portugues =P

E acho que não vai ser publicado =X

☆ChUcKy ツ☆ disse...

Oi
obrigada por comentares o meu blog...XP

Acho que o que estás a fazer é muito bom...
As pessoas querem sempre ler mais qualquer coisa sobre a saga, principalmente quando já a leram toda 2 ou mais vezes...Lool
(falo por mim)

X'D

Anónimo disse...

amei sua tradução.Fico torcendo pelos próximos capítulos.
Beijos.!
Érica!!

Anónimo disse...

aah, meeo queria tanto ver o resto, qe pena alguém sabe se vai ter o resto do livro?
brigada e beiijos;*

Alexandra Santos disse...

Vai Sim xD

Touh neste momento a traduzir o 15º

Bj *

Anónimo disse...

Olá!!
eu me chamo Karolline!!
eu gostaria de saber se vcs tem os capitulos anteriores... pq eu ainda não li na visão do Edward!!
BeijOO*

Alexandra Santos disse...

Ola Karolline =D

Eu tenho os capitulos, mas nao publiqei aqi, pk pensei qe ja conheciam a historia..

Se qiseres posso.te mandar os capitulos anteriores por e.mail =)

Beijinhos *

Anónimo disse...

oi

adorei

tens os outros capitulos também em português?

é que eu não consigo encontrar em português só encontro em português do brasil e não gosto de ler em português do brasil

eu adoro a saga e adorei esse capitulo gostava de ler os outros tbm

bjs

Anónimo disse...

olá de novo

no meu comentário anterior eu pedi para me mandares os outros capitulos em português de portugal
só vim esclarecer que estava a referir-me aos capitulos anteriores, os famosos 12 capitulos que vazaram na net, só que em português (de portugal)

espero que os tenhas e que os possas publicar aqui, por favor

eu li todos os outros livros e adorei! sou uma grande fã

bjs!

Anónimo disse...

Mto legall! to lendo Amanhecer e Midnight Sun ao msm tempo e ta mto 10! brigadaa por traduziii hein

Alexandra Santos disse...

Eich ao mesmo tempo ? =O

Thais Borges disse...

eu adorei toda a saga, e queria poder ler o final de sol da meia noite, mais não encontrei en site nem um, se vc tiver traduzido o restante manda pra o meu email penelopi_mary@hotmail.com
obrigada ^^

Miss Xaphania disse...

Olá!
Obrigado por traduzires eu quando tiver mais tempo. Venho aqui ler.
Beijinho*

Anónimo disse...

Quando lança o 15 Cápitulo ?

Alexandra Santos disse...

Eu ja lancei o 15º capitulo

sousane disse...

eu gostaria de saber se vc vai traduzir os outros capitulos q vc teve acesso!!!por favor traduz......eu adoraria traduzir mais meu inglês é péssimo.......de qualquer forma valeu pela tradução

Alexandra Santos disse...

Sousane eu nao consigo entrar no seu blog =X

É claro qe vou continuar a traduzir, so qe eu sou um bocado lenta a traduzir e agora ainda por cima ja começaram as aulas ..
Vou fazer os meus melhores =D

Natháliia disse...

Ja li toda a saga, e li Sol da Meia Noite, até o capítulo 12, se vocês tiverem os outros capítulos me mandem... por favor, por email naty_reis_oliveira@yahoo.com.br

desde já agradeço beijos!

Anónimo disse...

Está demorando o restante da tradução, desculpe a impaciência, acho que ficamos todos meio que viciados.

Beijos!!!

Anónimo disse...

Muito Obrigada Pelos Capitulos!!! Esse livro é Mara!!!

UPGRADE DOWNLOADS disse...

olá...a partir de hoje começo a ler os primeiros capitulos.... grata! BJOO

TATI

Anónimo disse...

Muito massa, eu simplesmente amei achar esse site. Fazia muito, muito tempo que eu tava procurando o capitulo 14 de Midnight na NET. E GRAÇAS A DEUS eu consegui achar esse site perfeito. ♥ Que bom... Se vcs me informassem algum site onde tem o resto dos capítulos eu agradeceria ainda mais. Bjos Íris Cullen *---*

kamily disse...

Olá parabens pelo seu blog!!
Adorei ler esses capitulos!

Bjus

Alexandra Santos disse...

O resto dos capitulos estou a traduzir Irís Cullen x)
Nao encontro nenhuma site que tenha lá os capitulos =/
Obrigado, por ter gostado =)

Lee Cullen disse...

Ai tava louca pelo 13º capítulo, achei aqui. Lindo *--* bgd ♥

Anónimo disse...

Amei seu blog pois sou muito fã e estava louca pelo 13º capítulo e achei aqui ....obrigada.

Anónimo disse...

Ficou bem legal...
Para a felicidade de todos os leitores da saga, fiquei sabendo que o livro será publicado sim, apenas não tem ainda uma data prevista.
Adorei este capítulo, assim como os outro que eu li.
BjoO!

Anónimo disse...

AI muito obrigada por ter colocado mais um capítulo!!!! por favor coloca o resto..

bjos

Anónimo disse...

Ai vlw meesmo '-' , salvoou o meu vicio de Stephenie Meyer *-*

Meninas... disse...

ameeei teu blog vc é demais to doida pro 16
to suano so de esperar!!!

Anónimo disse...

Bom 1º tenho a referir q o blog está sinceramente fantástiko* Muito obrigada por te dares ao trabalho de disponibilizá-los em portugues! Olha eu sei k já tá a circular até ao capitulo 23, tu por akaso nao os tens?? aguardo anciosamente a resposta, se puderes responde-me p o mail : gabi_honney@hotmail.com ou gabi_costa@sapo.pt (pfv espero mm a resposta) brigada* Ass:gabriella

Anónimo disse...

Oiee ;D
Adorei muito bom mesmo.
Eu queria saber se voce tem a continuaçao do Amanhecer que vai se escrito por outra escritora((Se tiver me manda por e-mail GiRidolfi@hotmail.com))^^
beiijos

Anónimo disse...

essa tradução é portugues de protugal ou portugues brasileiro???

Anónimo disse...

li o 13 vou pro 14 agora:D eu sei como é ler e não ser comentado, eu escrevo fanfiction e isso é mto mau.

Anónimo disse...

amay suas traduções, crepusculo é um, estilo de vida spoksoksok ushauhsa. contunue , seja lá de onde venha as traduções os CAA(Crepusculianos Aficcionádos Anonimos )agradecemmmm. NOTA PARA A AUTORA ORIGINAL :stefanyyy pára de pety minina e contuna a saga Pô.T_T*

Anónimo disse...

legal pegar esses capitulos... mais eles são originais? alguem que etsá escrevendo, ou foi mesmo a stephanie Meyer que continuou a escrever? por favor responde... Bjks

Anónimo disse...

muito legal vc traduzir esses capitulos... mas eles são originais? quer dizer a stephanie meyer que escreveu ou outra pessoa? responde please!

Alexandra Santos disse...

Os capitulos apartir do 13 nao foi a Steph qe escreveu =/

Anónimo disse...

0i!
Adorei sua tradução, está perfeita.
No site que vc recomendou só tem até o 18°capitulo, gostaria de saber onde posso encontrar os outros capitulos!
bjs
Jaislla

Anónimo disse...

Bom primeiro eu quero dizer que desde quando comecei a ler Crepúsculo eu me apaixonei e não consegui mais para de ler os livros publicados e quando eu encontrei esse site achei muito legal o que foi publicado mais será que tem o 17ºcapítulo?
Emfim meus parabéns a dona do site.

leonor disse...

ola o blog esta fantastico!parabens!quando vais traduzir o 17ºcapitulo? bjs e boa sorte

Anónimo disse...

OI É MUITO FIXE DA SUA PARTE TER ENCONTRADO O 13º CAPITULO
MUITO OBRIGADA
BJS

Karoeny disse...

Oi estou simplemente apaixonada com a historia desse casal ja li todos os 4 livros li crepusculo 2 vezes e o amanhecer tambem, meu esposo fica so brincando comigo apaixonou pelo Edward coitada.. rsrsrs e cada capitulo do Midninght Sun que eu leio fico mais interessada e bem diferente ter a historia narrada pelo Edward... Galera se vcs tiverem oportunidade de ler os livros leam tem muita coisa que nos filmes não tem mais detalhes esse tipo de coisa, eu adoro ler, so por causa desses livros sai de uma depressão pos-parto eu morro de medo de vampiro esse tipo de coisa falei com meu irmão eu ver esse filme pra que mas no natal, ele me falou ve o filme vc vai se apaixonar to aqui apaixonada com a historia... valeu galera...

Alexandra Santos disse...

Gostei bastante do seu comentario Karoeny :D
Concordo com o qe disse, a diferença entre os livros e no cinema, nos livros o amor entre eles é mais intenso.
Ainda bem qe conseguio sair da depresao :)
Os vampiros no Crepusculo, nao metem medo, sao bem diferentes de todos os outros filmes com vampiros, daqeles qe os vampiros sao seres qe ningem quer ver a frente enqanto qe nesta saga, qem é qe nao qeria um Cullen ? :P

Anónimo disse...

oie..
eu amo a saga CREPÚSCULO,ja li todos livros-quer dizer eu estou lendo SOL DA MEIA NOITE AGORA-,mais amo toda a saga,estou adorando SOL DA MEIA NOITE,pois e com os pensamentos do Edward-e ele e MARAVILHOSO-...
OBG por vc ter traduzido o resto do livro...
bjus...

Thaty disse...

Adorei !!!
Espero q vc coloque mais capitulos!!

Veronic@ Almeida disse...

oiii eu to amando esse capitulos!
e nem ligo se vc erra ou nao!
valeu xau!!!!!!!

maah disse...

eu DETESTO ler a saga crepusculo...
pq qto mais leio mais qro ler... e a saga acaba no 4° livro...
isso eh injusto...
achei o maximo a ideia desse livro sol da meia noite... mais soh faz aumentar ainda mais a vontade de q continue a saga

Gris disse...

Oi, muito legal! Qualquer novidade sobre os últimos capítulos, sol da meia noite, nos mantenha informada.
Bjs..
Boa sorte!

Anónimo disse...

Nossa, sério, eu acho que se você vai traduzir tem que levar a sério, porque são milhões de fãs que vem aqui ler e como assim você traduz: "puto, rapariga..."
acho que sabemos que a Stephenie meyer jamais escreveria algo assim, fica até desconfortável a leitura!!

Anónimo disse...

oii
não tive muito tempo de olhar todo o conteúdo que vocês tem, mas vocês só tem até o 13º capítulo?
eu tenho até o 17º traduzido...
qualquer coisa...
bj.

Anónimo disse...

oiiie,eu passei akii só para deixar cometario,aah valew pelo capitulo 13 ñ é la grati coisa a tradução mas pelo menos vc fez=) obrigadaaa pela tradução Bjão xau xau♥ 0.o

Anónimo disse...

Está magnifico!!! Amei!!!

Bell@zinha disse...

quando irá estar os proximos capitulos traduzidos em portugues? o 14, 15 e outros?

Anónimo disse...

olha vc prescisa me ajudar eu presciso ler os douze capitulos mas nao acho em lugar nenhum to disispera por favor me ajude valeu !!

carine disse...

Oiiiieeeee ;)
valew por traduzir os capitulos pra gente! se puder manda a cópia deles pra mim no meu e-mail: carinequisse@gmail.com
mais uma vez obrigada meeesmo!
espero q a autora ñ demore mtoo pra terminar esse livro pq vai ser um sucessão como os outros quatro!
xauuu
bjks! :*